domingo, novembro 29, 2015

SYSVOL: Migrando de FRS para DFS

Este tutorial é baseado no excelente artigo escrito pelo The Storage Team da Microsoft, na verdade só vou descrever os comandos para a migração, o cenário que será executado essa migração é baseado em dois AD DS principais e 7 AD DS RODC,  todos executando o Windows 2008 R2. 
Recomendo a leitura do artigo:


http://blogs.technet.com/b/filecab/archive/2008/02/08/sysvol-migration-series-part-1-introduction-to-the-sysvol-migration-process.aspx

Passos Importantes:

* Verificar se o serviço DFS Replication está em execução nos controladores de domínio.

* Checar se a replicação através do FRS está funcionando corretamente, isso pode ser obtido através do comando:

RepAdmin /ReplSum

* Setar o estado global da replicação como 1, isso deve ser executado no controlador de domínio principal


É possível verificar o estado da replicação através do comando:

dfsrmig /getMigrationState

Neste cenário há 7 RODCs, quando verificava o estado da migração no controlador de domínio principal, recebia que os RODCs estavam no estado de Start, bastou efetuar uma sincronização nos RODCs com a ferramenta repadmin, executei no RODCS:
repadmin /syncall /AeD
também tive que executar o comando abaixo no controlador de domínio principal:
dfsrmig /CreateGlobalObjects

Verificando novamente a replicação obtive sucesso assim posso ir para o próximo passo:


Próximo passo, executar o comando abaixo no controlador de domínio principal:

dfsrmig /setGlobalState 2

Após todos os controladores de domínio terem feito o passo 2 é necessário executar o último passo:


 Checando o resultado:


Se você verificar o serviço File Replication fica como desativado, após o sucesso dos procedimentos.

Minha experiência nesse cenário, o processo é um pouco demorado, meus melhores amigos nessa tarefa foram os comandos repadmin /syncall /AeD e dfsrdiag PollAD /Member:RODCSERVER

sábado, novembro 28, 2015

Script PowerShell Alterar ProxyAddress

Por padrão quando uma conta é criada no Exchange Online o endereço principal fica como usuario@dominio.onmicrosoft.com foi necessário alterar para usuario@contoso.com (levando em conta que o domínio seja contoso.com), o domínio estava federado, ou seja, as alterações só são possíveis através do Active Directory local, para realizar essa alteração é preciso alterar a variável proxyaddresses, como eram mais de mil contas é "impossível" configurar um por uma, assim encontrei um script que altera essa variável em todos os usuários do domínio, segue o script:

Import-Module ActiveDirectory
Get-ADUser -Filter * -SearchBase 'DC=contoso,DC=com' -Properties proxyaddresses |
Foreach {
Set-ADUser $_ -Add @{ProxyAddresses = "SMTP:$($_.UserPrincipalName)"}
}

Se você desejar alterar manualmente essa variável basta ir no editor de atributos nas propriedades do usuário (Advanced Features deve estar habilitada e não utilizar o pesquisar) e alterar o proxyaddresses conforme print abaixo:


Um detalhe importante, quando o valor SMTP estiver em maiúsculo o endereço fica como principal, se for necessário criar um apelido para a conta basta adicionar um novo valor em minúsculo, como figura acima, tenho o endereço principal SMTP:maykon e o apelido smtp:maykon1 ou seja, recebo e-mails enviados para maykon@contoso.com e maykon1@contoso.com.

segunda-feira, novembro 02, 2015

StarWind iSCSI SAN Free

Recentemente estava procurando um produto que utilizasse a tecnologia ISCSI ( função iSCSI target) e que suportasse a instalação em máquinas Windows Client, como sabemos  o Windows Server tem essa tecnologia nativa, mas esse não era o caso, era necessário instalar um produto no Windows 7, que serviria para armazenar backups, coisa bem simples, entregaria uma LUN para o servidor, neste servidor utilizo o initiator iSCSI, onde conecto nesta LUN, após uma pesquisa encontrei o produto StarWind iSCSI SAN, que é gratuito, mas tem a versão paga que contém algumas features não disponíveis na versão gratuita.

Site:



 

domingo, outubro 18, 2015

XenServer 6.5: tapdisk experienced an error

Recentemente resolvi experimentar o XenServer, trabalho diariamente com Vmware e Hyper-V, mas nunca tinha testado a solução XenServer, achei a instalação bem tranquila, tive um pequeno problema na execução das máquinas virtuais, a Vm era criada normalmente, mas quando iniciava a Vm era desligada abruptamente e era gerado o seguinte erro:


 A solução foi bem simples, bastou acessar a aba console da Vm e mudar a opção de "DVD drive 0 on xenserver" para empty ou clicar em eject, bem simples:


sexta-feira, setembro 18, 2015

Configuração Switch CISCO



Recentemente tive a oportunidade de configurar um Switch CISCO, apanhei um pouco, mas consegui, claro o que eu fiz foi algo básico, configurar VLANs, de qualquer forma segue alguns comandos CISCO para referência:

Verificar o privilegio
cisco#show privilege

Obter informações de hardware
cisco>show hardware

Acesso ao modo privilegiado level 15
cisco>enable

Verificar as VLANs existentes
cisco#show VLAN

Verificando a configuração das portas do switch
cisco#show interface switchport

Acessando o modo configuração
cisco#config t

Criando uma VLAN especificando ID e nome como 200
cisco(config)#vlan 200
cisco(config-vlan)#name 200

Configurando a VLAN 100 na porta 2 do switch e configurando a porta como access
cisco(config)#interface gi0/2
cisco(config-if)#switchport mode access
cisco(config-if)#switchport access vlan 100

Configurando a interface como modo trunk
cisco(config)#interface gi0/1
cisco(config)#switchport mode trunk

E o mais importante de tudo, salvar essas alterações com o comando write
cisco
#write

O switch que configurei foi um Catalyst 2960, é impressionante a quantidade de configurações disponíveis no equipamento.

segunda-feira, agosto 03, 2015

Adicionando um disco no Pfsense



Abaixo os passos para adicionar um disco no Pfsense, no ambiente que executei o procedimento o Pfsense é virtual, inicialmente criei um script em PowerShell (PowerCLI) para adicionar um disco de 10 GB, abaixo o script:
 --
get-vm pfsense
get-vm pfsense | Stop-VM -Confirm:$false
get-vm pfsense | New-HardDisk -capacityGB 10
get-vm pfsense | start-VM -Confirm:$false
 --

Após subir a Vm o disco foi listado como da1 (iscsi hard disk)

Listando as partições:
#gpart list -a

Criando a partição:
#gpart create -s GPT da1
#gpart add -t freebsd-ufs da1

 Criando um novo sistema de arquivo
#newfs -U /dev/da1p1

Adicionar no fstab
#ee /etc/fstab
 

 Montar sem precisar reiniciar mount /media/squid

terça-feira, julho 28, 2015

Script Backup Linux\Oracle

Precisei fazer uma pequena tarefa para automatizar um backup e enviar por FTP para um endereço externo, resolvi documentar aqui, caso precise algum dia.

#!/bin/bash
source $HOME/.bash_profile

echo "Autor: Maykon, 28/07/2015";
echo "Backup";
echo "############################";
echo "Verificando se o arquivo existe";
if [ -e /oradata/backup/backup.dmp ]
 then
        echo "Arquivo Existe!";
        echo " Apagar!";
rm /oradata/backup/backup.dmp
rm /oradata/backup/backup.dmp.tgz
fi
echo "Efetuando Backup"
expdp user/pass schemas=schema1, schema2 dumpfile=backup.dmp
echo "###########################";
echo "Compactando o Arquivo";
cd /oradata/backup/
tar -zcvf backup.dmp.tgz backup.dmp
echo "###########################";
echo "Upload FTP Arquivo";
wput --reupload --dont-continue ftp://user:pass@RemoteAddress:Port/oradata/backup/backup.dmp.tgz
echo "FIM"


Depois de criar esse script configurei ele através do crontab.

quinta-feira, julho 16, 2015

Comandos PowerShel NLB

Essa é uma pequena referência de alguns comandos em PowerShell úteis para o gerenciamento do Network Load Balancing 

Criando um Cluster com o IP 171.10.90.210
>New-NlbCluster -interfacename NLB -ClusterPrimaryIP 171.10.90.210 -ClusterName NLBCluster

Obtendo informações do cluster
>Get-NlbCluster

Adicionando um host chamado win2012b ao cluster NLB
>Get-NlbCluster | Add-NlbClusterNode -newnodename win2012b -newnodeinterface NLB

Removendo o host win2012b do cluster
>Remove-NlbClusterNode -HostName win2012b -Force

Removendo o cluster
>Remove-NlbCluster

Definindo um nome para o cluster
>Get-NlbCluster | Set-NlbCluster -Name NewName

Definido o mode de operação Multicast ao cluster
>Get-NlbCluster | Set-NlbCluster -OperationMode MULTICAST

sexta-feira, julho 10, 2015

Features on Demand

Uma novidade que o Windows 2012 trouxe é a possibilidade de remover os arquivos de instalação das Features, por exemplo, caso você tenha um servidor WEB rodando IIS. Não tem porque manter os arquivos de instalação da feature Hyper-V e com isso é possível ter uma instalação mais "limpa" e segura. Abaixo alguns comandos do PowerShell e dism para remover as features:

Listando as feature e o estado
>dism /online /get-features /format:table

Listando as feature com o estado de disponíveis
>get-windowsfeature | where Installstate -eq Available

Removendo os arquivos de instalação da feature do Hyper-V
>Remove-WindowsFeature Hyper-v -remove

Caso você precise instalar novamente o Hyper-V será necessário ter acesso a mídia do Windows 2012 ou ao Windows update.

 Com o comando abaixo, obterei as feature e o estados das mesmas
>get-windowsfeature

* Installed: Feature instalada
* Removed: Foi removido os arquivos de instalação, caso você precise instalar vai precisar da mídia do Windows ou algum outro meio, pois os arquivos foram removidos da pasta %windir%\WinSxS\
* Avaliable: A feature pode ser instalação os arquivos necessários estão na pasta %windir%\WinSxS\ 

 Caso você já tenha um feature instalada e deseje remover essa feature incluído os arquivos basta especificar o parâmetro -remove 

>Uninstall-WindowsFeature hyper-v -remove

quarta-feira, julho 08, 2015

Some basic cmdlets for management disk

Gets one or more Disk objects
>get-disk

Initialize a RAW disk for first use
>Initialize-disk -number 1

Create a New partition,
>New-Partition -disknumber 1 -UseMaximumSize -AssignDriveletter

Remove a partition
>remove-partition -disknumber 1

Return a volume object.
>get-volume

Returns one or more Partition objects
>get-partition